Guitarra - Afinação

Da Estudo da Música
Ir para: navegação, pesquisa

Antes de começar a tocar a sua guitarra, viola, contrabaixo (ou qualquer outro), seu instrumento precisa de ter o seu instrumento afinado corretamente.

O tom de uma corda é determinado pelo comprimento, espessura e grau de tensão. As cordas soltas são ajustadas virando a cravelha das tarrachas até entrar em afinação individual e com as outras cordas. Você pode afinar todas as cordas com um afinador eletrônico, um teclado,um diapasão ou por ouvido (no caso das pessoas que consigam lembrar com precisão as notas, isso se chama ouvido absoluto). Também pode se afinar uma corda e usá-la como referência para as outras. Inicialmente pode-se dizer que a melhor e mais moderna maneira de afinar um violão é tendo em casa um afinador eletrônico. Ele é muito prático, ideal para as pessoas que não sabem ainda afinar um violão do modo correto e é usado para quem não quer se aborrecer.

Existe também um método mais antigo ainda, mas pouco usado que é o diapasão, mas recomendo o primeiro. O diapasão é um apareelho usado para auxiliar na afinação. Ele produz o som da corda La, e a partir dela, todas as outras cordas podem ser afinadas Outra maneira seria afinar pelo teclado.

Quem tiver um teclado em casa, vai tocando a tecla referente a cada corda do violão e quando você sentir que ela está no mesmo tom, ótimo, você está no caminho certo. Vale lembrar que as cordas do violão e da guitarra são afinadas desta forma, da primeira à sexta (da mais aguda e fina para a mais grave e grossa):E (Mi), B (Si), G (Sol), D (Ré), A (Lá)Ee E (Mi).)Outra técnica muito popular de afinação consiste em usar os intervalos de 12 semitons - as oitavas - para comparar as mesmas notas tocadas em diferentes cordas e em diferentes registros. Tendo afinado a primeira corda pelo diapasão, a segunda corda solta poderá ser afinada uma oitava abaixo da nota do 7.º traste da 1.ª corda. E mais alto e o mais grave é de duas oitavas

Outra maneira para afinar afinar uma guitarra ou um violão (estes instrumentos podem serafinados da mesma maneira), é começar colocando o nosso dedo na 5º casa (produzindo o som da nota La) e assim afinar a corda La, de maneira que o som das duas cordas, tocadas simultaneamente, seja bem parecido. O mesmo procedimento é seguido quando vamos afinar a corda Re, ou seja, devemos colocar nosso dedo na 5º casa, 5º corda(La) e assim produzirmos o som da nota Re. Dessa forma, devemos apertar ou afrouxar a 4º corda (Re), de maneira que esta fique com um som parecido com o da corda usada como auxilio.

Há também a afinação por um tom de referência ou seja:

1- Toque a nota E(Mi) e toque a primeira corda (a mais aguda e fina). Vira a cravelha da 1.ª corda até as notas soarem iguais.

2- Fira a 2ª corda na altura do 5.º traste, seguido pelo E (Mi)da 1.ª corda solta, que você já afinou. Ajuste a cravelha da 2.ª corda até ela ficar afinada com a 1.ª corda.

3- Agora fira a 3.ª corda no 4.ª traste, seguida pela 2.ª corda solta, a nota B (Si). Ajuste a cravelha que regula a 3.ª corda até ela ficar afinada com a anterior.

4- Fira o 5.ª traste da 4.ª corda e a seguir faça soar a nota G (Sol) na 3.ª solta. Ajuste a cravelha da 4.ª corda até ela soar afinada com a 3.ª corda.

5- Faça soar o 5.ª traste da 5.ª corda, tocando em seguida a nota D (Ré) na 4.ª corda até que o som obrido entre em uníssono com a anterior.

6- Fira a 6.ª corda na altura do 5.ª traste, seguida da nota A (Lá) percutida sobre a 5.ª corda solta. Gire a cravelha daquela até obter uma afinação perfeita com a desta.


Existem muitos outros tipos de afinação diferentes, ou alternativas, que permitirão criar grandes efeitos. Algumas delas vêm dos primeiros instrumentos acústicos; outras nasceram entre os músicos de blues do delta do Mississípi, que criaram técnicas e afinações para a slide guitar, assim como os músicos de guitarra havaiana. As afinações alternativas podem ser usadas tanto em violões ou guitarras acústicas como em guitarras elétricas, e nos estilos de toque com os dedos ou com palheta e slide. Inicialmente, as pessoas que estão aprendendo a afinar o seu instrumento, sentem um pouco de dificuldade e não conseguem diferenciar os sons, mas com um pouco de paciência e treino, podemos ver que a afinação não é uma tarefa possível de ser realizada por um principiante. Devemos lembrar que quando afinarmos o violão ou a guitarra, sempre colocaremos o dedo na 5º casa, exceto na 3º corda, onde colocaremos o dedo na 4º casa. A afinação do instrumento é muito importante para uma boa execução de qualquer música, principalmente quando for tirar uma canção para tocar depois.

  • OUTRAS DICAS PARA AFINAR SEU INSTRUMENTO

Para afinar mais facilmente e corretamente o instrumento siga os seguintes passos:

a) Caso você possua micro-afinação (guitarras com ponte flutuante tipo floyd rose ou similares) coloque a micro afinação de cada corda na posição intermediária e solte as travas de afinação do braço.

b) Estando o instrumento totalmente desafinado, ao afinar uma corda, as outras normalmente desafinam, em virtude do aumento de tensão da primeira. Sendo assim inicialmente afine grosseiramente todas as cordas.

c) Se o encordoamento tiver sido recém colocado estique cada corda puxando com os dedos (não muito pouco que não surta efeito e nem tanto que quebre a corda) a fim de eliminar as folgas iniciais nas tarrachas. Não fazendo isto a afinação irá se perder rapidamente (até que afinando diversas vezes as cordas tenham se ajustado).

d) Faça a afinação cuidadosa em todas as cordas tantas vezes quantas necessárias até que todas estejam perfeitamente afinadas (normalmente uma ou duas vezes são necessárias).

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções
Navegação
Ferramentas
Google AdSense